15 anos de Ordenação Diaconal
08/06/2022
Exibir tudo

Resplandecentes

Foi preciso uma semana para digerir – minimamente – o que vivemos nessa sétima Conferência Cristo Alegria. Foram dias intensos, profundos e sobrenaturais. Desde a simplicidade das celebrações diárias ou os LABs pela parte da tarde, até o fim de semana que nos confirmou, mais uma vez, o tempo novo que estamos vivendo enquanto comunidade.

A gente tem mania de achar que já viveu muito com Deus, que já viveu o suficiente ou que já viveu o ápice da caminhada. Mas Deus sempre nos chama à novidade. Se você caminha com Ele a 10 anos ou a 1 ano, uma coisa é certa: há mais. Temos sede de mais e fomos feitos pra mais. A fonte não esgota, não cessa e nem diminui. E que alegria escolher permanecer com essa certeza.

Dentre os muitos aprendizados desses 8 dias, um que devemos prestar atenção é no movimento. Locais diferentes, horários diferentes. Mesmo se você estivesse só participando era impossível ficar parado. Assim devemos ser na nossa vida de missão. Sempre em movimento, sempre atentos ao acontecimento de cada momento. Deus fala no extraordinário, mas principalmente no agora. Independente se o seu “ide” de agora são as nações, São Paulo, sua faculdade ou simplesmente sua casa. Peçamos a Deus ouvidos e olhos atentos como os dos discípulos para não deixarmos a Graça passar.

Afinal, a Conferência foi mais do que um evento de 8 dias. O muito que foi falado, pensado e realizado ali é um Chamado para o sobrenatural. Do servir, do agir, do ser. Deus nos chama – nós, os filhos da Luz – a fazermos aquilo que fomos chamados a fazer desde o princípio. Não podemos mais desviar o olhar. Ainda que lembremos desses dias como o inicio de um novo tempo, que eles deixem em nós uma sede de mais. Sede de Deus e sede de almas para o Reino Dele.

Lembremos que os filhos da luz não andam nas trevas, e a eles cabe apenas a função de refletir e resplandecer a Luz de Cristo. Não possuímos luz própria. Tudo que é nosso, vem primeiro Dele. Vamos juntos, geração resplandecente!

Hiromi Nakayama, missionária Cristo Alegria.

2 Comentários

  1. Sissy mendes disse:

    Filhos da luz não andam nas trevas! Resplandecem!!

  2. Dolores leitão disse:

    Foi surreal o que vivemos. Que venham muitas outras. Resplandeça filho da luz!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *